Evermonte Insights

Tendências em recrutamento executivo: dados e diversidade

Tendências em recrutamento executivo dados e diversidade

À medida que o mercado de trabalho se torna hipercompetitivo, cabe ao CHRO impulsionar a mobilidade interna, novos caminhos de carreira, recrutamento e branding de emprego que o negócio precisa para florescer e crescer. A diversidade aliada ao recrutamento inteligente ajuda as organizações a se manterem competitivas.

Em 2021, aprendemos a ser mais flexíveis e permitir que os colaboradores desempenhem suas funções com mais autonomia e de formas diferentes. Em 2022, o desafio tende a ser outro: profissionais de RH veem a contratação de diversidade como a maior tendência e o principal desafio, independentemente da função ou do tamanho da empresa. Para se ter uma ideia, a Forbes apontou que 80% desses profissionais classificam a “contratação de diversidade” como a tendência mais importante no setor de recrutamento para 2022.

Quando se trata de realmente promover uma cultura inclusiva na organização, doações e parcerias não serão suficientes. De fato, uma pesquisa recente da JUST Capital descobriu que, embora 69% das organizações acreditem ter um programa de diversidade, equidade e inclusão (DEI) com metas claramente definidas, apenas 49% dos colaboradores concordam com isso. Essa é uma margem de 20% para distorções, falhas de comunicação e mais do que uma pequena dissonância dentro das equipes.
Os dados são claros. Embora muitas empresas e líderes tenham falado, muitas não têm avançado quando se trata de implementação de políticas de diversidade dentro das organizações. É preciso avaliar: você deseja uma organização com as mesmas pessoas ou pessoas que acrescentem pensamentos, ideias, experiências e perspectivas?

Tendências em recrutamento executivo dados e diversidade
foto: iStock

A diversidade pode fazer toda a diferença

A diversidade pode fazer toda a diferença. Um relatório de 2020 da McKinsey & Co. descobriu que empresas com equipes executivas etnicamente diversas tinham 36% mais chances de ter lucros acima da média do que empresas cujas equipes eram as menos etnicamente diversas. Além disso, pesquisadores da Universidade de Harvard analisaram o setor de capital de risco e descobriram que as empresas com mais mulheres e pessoas de cor em suas forças de trabalho tomaram melhores decisões de investimento.

O recrutamento voltado para a diversidade também pode reduzir a rotatividade dispendiosa, bem como reduzir as despesas e a má publicidade que podem resultar de ações judiciais de discriminação. E, claro, há também o benefício de fazer a coisa certa, fornecendo às pessoas oportunidades iguais.

Nesse cenário, o recrutamento orientado por dados torna-se a vantagem competitiva para o compromisso contínuo com (e desafios da) contratação de diversidade. Um foco crescente na marca do recrutador e na experiência do candidato tem sido a importância dos dados. As equipes de recrutamento estão se tornando cada vez mais sofisticadas: utilizando dados em todo o funil de contratação, encontrando novas maneiras de obter talentos sub-representados, melhorando sua marca e pensando na aquisição de talentos a longo prazo como uma estratégia multicanal.

Dada a acirrada disputa por talentos no momento, equipes de alto desempenho que estão experimentando e aprimorando seus conjuntos de habilidades nessas áreas terão uma enorme vantagem a longo prazo.

O recrutamento em si está sendo automatizado e aprimorado, com algumas empresas recrutando candidatos inteiramente por meio de dispositivos móveis e outras confiando na Inteligência Artificial para obter candidatos com base em seus conhecimentos científicos, reputação e experiência. 

Até bem recentemente, o RH estava muito atrasado em alavancar a análise. As empresas normalmente têm várias plataformas de RH vinculadas a outros sistemas de back-office e, muitas vezes, não há uma maneira de consolidar os dados de um colaborador. Na tentativa de contornar isso, criam-se data warehouses, data lakes ou portais de dados com o objetivo de ver tudo o que precisamos saber sobre cada colaborador, contratado ou líder.

Em 2022, o foco contínuo será em análises e em benefícios que os dados e a Inteligência Artificial podem oferecer, e os CHRO’s e profissionais de RH que buscam aumentar a diversidade do seu negócio devem revisar suas estratégias de recrutamento e contratação, para manterem suas empresas competitivas. Aqui estão algumas ações específicas que as lideranças de RH podem tomar:

Crie descrições de cargos e anúncios de vagas inclusivos

Torne as descrições de cargos mais inclusivas para que certos candidatos não sejam deixados de fora. Por exemplo, incluir requisitos educacionais rígidos pode desqualificar pessoas talentosas que não têm acesso ao ensino superior, o que acaba prejudicando tanto a empresa quanto o candidato. 

Procure diversos grupos de candidatos

Enfatize a necessidade de uma equipe diversificada ao falar com os gerentes de contratação. Enquanto cabe aos gerentes escolher a melhor pessoa para o trabalho, a diversidade da equipe nunca melhorará sem um grupo diversificado de candidatos. Também deixe claro em anúncios de emprego que os candidatos experientes e pessoas com deficiência terão preferência no processo de contratação. 

Alcance on-line

Compartilhe calendários de eventos como do “Pride Month”, dia da consciência negra, entre outros, nas páginas de mídia social e garanta que as fotos no site da empresa reflitam a diversidade. É importante certificar-se de que o que você está divulgando corresponde ao que você diz ser importante para você”.

Treine os gestores

Expanda o conceito de quem deve ser considerado para posições abertas. Treine os gerentes para ver as habilidades naturais que um candidato traz para o trabalho – uma pessoa que não tem experiência em finanças, mas sabe como vender algo, pode ser treinada em conceitos do setor financeiro, por exemplo.

A diversidade tem passado a ser valorosa para os negócios e a ter relevância global. Há muitas oportunidades para promover a diversidade em cargos sêniores de tomada de decisão e em equipes executivas de alto nível. Embora os níveis de representação diversificada nas principais equipes ainda sejam altamente dispersos – com o progresso sendo lento em geral – vimos que há lições práticas de empresas bem-sucedidas que fizeram a inclusão e a diversidade funcionarem. Criar uma estratégia eficaz de inclusão e diversidade não é um esforço pequeno e requer uma liderança forte, sustentada e inclusiva. Mas os benefícios potenciais de um desempenho empresarial mais forte são recompensadores.


Siga a Evermonte nas redes sociais para ficar por dentro de nossos insights e projetos.

Instagram | Facebook | Twitter | LinkedIn

www.evermonte.com

Compartilhe esse artigo:

Insights Recentes

Anterior
Próximo

Inscreva-se para receber nossa newsletter.

Queremos
escutar você

Entre em contato:

Porto Alegre

Av. Praia de Belas 1212 – 1123
CEP 90110-000
51 3533-8460

Florianópolis

Rua Bocaiuva, 2125 2º andar
CEP 88015-530
(48) 3029-3460

A Evermonte faz parte do grupo Evermonte Executive Search. Grupo de recrutamento e seleção executivo com reconhecida experiência no mercado nacional. A Evermonte está estruturada com as melhores práticas digitais para atender os mais complexos projetos no território brasileiro realizando o recrutamento e seleção de profissionais para alta gerência, C-Level e Top Management.

Este site faz uso de cookies. Ao acessar o site www.evermonte.com , você concorda com a inclusão de cookies em seu dispositivo.

Queremos
escutar você

Entre em contato:

São Paulo

Av. Brigadeiro Faria Lima, 4.221 – 1º Andar 
CEP 04538-133
(11) 2657-7314

Porto Alegre

Av. Praia de Belas 1212 – 1123
CEP 90110-000
(51) 3533-8460

Florianópolis

Rua Bocaiuva, 2125 2º andar
CEP 88015-530
(48) 3029-3460

A Evermonte faz parte do grupo Evermonte Executive Search. Grupo de recrutamento e seleção executivo com reconhecida experiência no mercado nacional. A Evermonte está estruturada com as melhores práticas digitais para atender os mais complexos projetos no território brasileiro realizando o recrutamento e seleção de profissionais para alta gerência, C-Level e Top Management.