Evermonte Insights

Employee Lifetime Value (ELTV): a métrica crítica que você provavelmente não está utilizando

employee-lifetime-value-eltv

Ouvimos a frase “as pessoas são seu ativo mais importante” há décadas no mundo dos negócios, mas o que isso realmente significa? É fácil entender que são as pessoas que entregam a proposta de valor e a visão da organização; mas como quantificar? Entenda o valor da vida útil do colaborador (ELTV) que visa quantificar e fazer o backup dessa informação com dados.

Estima-se que o custo para repor um colaborador possa chegar a 21% do valor de seu salário anual. E o que isso tem a ver com o Employee Lifetime Value? Uma pesquisa da Forbes que entrevistou 20 mil novos contratados mostra que, nos primeiros três semestres, 89% dos casos de insucesso têm relação com questões comportamentais. Esse é um fator que influencia diretamente no sucesso da sua organização.

O ELTV é um conceito relativamente novo e seus princípios derivam de uma métrica muito conhecida: o valor da vida útil do cliente – LTV. Ele reconhece o valor dos clientes em termos de relacionamentos de longo prazo com o negócio. O ELTV funciona com o mesmo princípio. O valor da vida útil do colaborador é uma importante métrica de RH. Vamos discutir o porquê, o que impacta e como você pode aumentar o ELTV em sua organização.

No que diz respeito aos colaboradores, o valor está nas pequenas interações que fazem os clientes ou colegas sorrirem, ou nos minutos extras necessários para garantir que um documento seja recebido com segurança.

Ao longo da permanência de um colaborador em uma empresa, esses momentos se somam a uma riqueza de experiências positivas do cliente, inovações, economia de custos e eficiência. Ainda assim, atribuir um valor financeiro a eles sempre foi um objetivo ilusório. O conceito oferece às organizações uma ferramenta que lhes permite mostrar quanto valem essas ações intangíveis.

De acordo com a Gallup, times altamente engajados mostram 21% de aumento na lucratividade. Essas equipes apresentam até 41% de redução no absenteísmo e 59% menos turnover. São números impressionantes que mostram a necessidade urgente de investir no engajamento de pessoas e em jornadas do colaborador que gerem valor real.

employee-lifetime-value-eltv-metrica

Por que o ELTV é uma importante métrica de RH?

Estimando o ROI do capital humano – O monitoramento de dados de ELTV leva a decisões mais fortes sobre capital humano e, portanto, a um maior retorno sobre o investimento. Sua organização pode estabelecer conjuntos de dados comparativos para entender o caminho ideal para as novas contratações contribuírem e, assim, criar uma cultura mais robusta de conexão e retenção.

Fazendo um business case para o investimento em pessoas – os dados ELTV fornecem as informações necessárias e uma nova perspectiva para mostrar a importância do aprendizado e do desenvolvimento . Você pode demonstrar os ‘custos’ de desenvolver funcionários como um “investimento” com um impacto comercial tangível.

Essa relação entre o desenvolvimento do profissional e seu nível de engajamento fica clara em um outro estudo também realizado pela Gallup. Nele, é possível observar que empresas que investem em programas de treinamento e capacitação experienciam um crescimento de aproximadamente 14% no engajamento de seus colaboradores. Mas a melhoria nos resultados financeiros também pode ser observada. De acordo com o estudo, empresas com uma média de 1000 colaboradores conseguem elevar a receita em até 1,8 milhões de dólares, apenas com o aumento da produtividade.

Entendendo o ciclo de vida do funcionário – O ELTV fornece uma compreensão clara de quando e como fornecer informações sobre os vários aspectos da carreira de um colaborador na organização. Ele rastreia a contratação, integração, desenvolvimento e desligamento – e fornece dados em cada uma dessas interseções para que sejam otimizados.

O que você pode fazer para aumentar o ELTV?

A resposta para isso é clara: você precisa criar uma excelente experiência para os funcionários.

A experiência do funcionário é a base das melhores práticas modernas de RH. Jacob Morgan defende que a experiência do funcionário é o atual estágio evolutivo do desenvolvimento organizacional. Em épocas anteriores, os empregadores se concentravam na utilidade: garantir que os funcionários tivessem as ferramentas necessárias para realizar suas tarefas.

Com a chegada da automação, o foco mudou para a produtividade: como otimizar as tarefas dos funcionários para superar a concorrência. Com a prevalência do trabalho do conhecimento veio o aumento do engajamento dos funcionários: o reconhecimento de que funcionários criativos e inovadores entregam seu melhor trabalho quando estão felizes e motivados.

E, finalmente, no mercado de trabalho globalizado de hoje, as empresas que desejam atrair e reter os melhores talentos devem oferecer uma experiência de funcionário de classe mundial. A experiência do funcionário começa com a primeira interação entre o candidato e o empregador e termina com a entrevista de desligamento. É o termo abrangente para o que é trabalhar em sua organização, desde o espaço físico até a tecnologia que você usa, os programas de Aprendizado e Desenvolvimento que você oferece e a cultura que você promove.

Ou, como Morgan coloca, “a experiência do funcionário é criar uma organização onde as pessoas querem estar”.

O que torna uma experiência de funcionário incrível?

1. Espaço Físico

Seu espaço de escritório pode dizer muito sobre como seus colaboradores interagem. Você promove a colaboração com escritórios abertos ou apoia o foco com lugares pequenos de portas fechadas?

A pandemia que vivenciamos trouxe desafios adicionais. Como você ajuda seus funcionários a se sentirem seguros? Você vai continuar com o trabalho remoto?

2. Tecnologia Digital

As ferramentas e tecnologias que você fornece aos seus funcionários podem fazer a diferença entre uma ótima e uma péssima experiência. Forçar seus colaboradores a usar software desatualizado ou desajeitado para fazer seu trabalho terá um grande impacto na produtividade e no moral. Por outro lado, a tecnologia atualizada e fácil de usar ajudará rapidamente e manterá a eficiência operacional alta.

A tecnologia também é um fator chave para monitorar, gerenciar e melhorar a experiência. Com as ferramentas certas, você pode acompanhar as pessoas desde a primeira inscrição até o desligamento, da mesma forma que você otimiza a jornada do cliente de ponta a ponta.

3. Cultura Corporativa

Para atrair, inspirar e reter os melhores talentos, é fundamental construir uma cultura da empresa em que o envolvimento, a satisfação e o desenvolvimento dos funcionários sejam claramente colocados em primeiro plano. A cultura da empresa pode ser um tanto intangível – ou “o que as pessoas fazem quando ninguém está olhando”. Mas a cultura é expressa em comportamentos, que podem ser medidos, encorajados e desenvolvidos. Criar uma cultura que apoie a experiência do funcionário significa dar um passo atrás e considerar quais comportamentos você deseja incentivar em todos os níveis da organização e, em seguida, projetar sistemas para fornecer esses incentivos.

O ELTV não pretende ser um cálculo perfeito do valor criado e possui algumas falhas que podem e devem ser levadas em consideração. Por exemplo, o ELTV assume que o valor de um funcionário termina no momento em que um contrato de trabalho termina; mas a reputação desempenha um papel crítico na atração e retenção dos melhores talentos nos dias de hoje.

No entanto, o modelo fornece um ponto de comparação relativo em valores que permite que as empresas tomem melhores decisões e justifiquem investimentos no que sempre foi – e sempre será – seu ativo mais valioso. A satisfação e o envolvimento dos colaboradores é uma consideração fundamental em sua estratégia de pessoas, não devendo ser considerada apenas como uma atividade anual de “check-the-box”.


Siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro de nossos insights e projetos.

Instagram | Facebook | Twitter | LinkedIn

www.evermonte.com

Compartilhe esse artigo:

Insights Recentes

Anterior
Próximo

Inscreva-se para receber nossa newsletter.

Queremos
escutar você

Entre em contato:

Porto Alegre

Av. Praia de Belas 1212 – 1123
CEP 90110-000
51 3533-8460

Florianópolis

Rua Bocaiuva, 2125 2º andar
CEP 88015-530
(48) 3029-3460

A Evermonte faz parte do grupo Evermonte Executive Search. Grupo de recrutamento e seleção executivo com reconhecida experiência no mercado nacional. A Evermonte está estruturada com as melhores práticas digitais para atender os mais complexos projetos no território brasileiro realizando o recrutamento e seleção de profissionais para alta gerência, C-Level e Top Management.

Este site faz uso de cookies. Ao acessar o site www.evermonte.com , você concorda com a inclusão de cookies em seu dispositivo.

Queremos
escutar você

Entre em contato:

São Paulo

Av. Brigadeiro Faria Lima, 4.221 – 1º Andar 
CEP 04538-133
(11) 2657-7314

Porto Alegre

Av. Praia de Belas 1212 – 1123
CEP 90110-000
(51) 3533-8460

Florianópolis

Rua Bocaiuva, 2125 2º andar
CEP 88015-530
(48) 3029-3460

A Evermonte faz parte do grupo Evermonte Executive Search. Grupo de recrutamento e seleção executivo com reconhecida experiência no mercado nacional. A Evermonte está estruturada com as melhores práticas digitais para atender os mais complexos projetos no território brasileiro realizando o recrutamento e seleção de profissionais para alta gerência, C-Level e Top Management.